HORA DE DAR TCHAU!

E chegamos ao último dia de nossa viagem espetacular ao Chile!

Nosso vôo era a tarde, 15h35, então tivemos um pedacinho de manhã pra poder aproveitar! E aproveitamos!

Fomos no museu, que fica embaixo (no subsolo) do Plaza de La Moneda. Nós passamos bem rápido por este museu no City Tour e combinamos que voltaríamos! E voltamos!

Visitamos o museu e de quebra eu consegui ver (mais uma vez) a troca de guarda - é muito lindo mesmo! E conseguimos ver o Rafa e a Lu mais uma vez (super amigos que fizemos no Chile! e que vou levar pra toda vida!) 

Terminando a troca de guarda, voltamos para o apartamento para terminar de arrumar nossas malas. 

Às 13h00 em ponto (horário que eu tinha combinado com a Dani) o motorista da Viaja Brasil chegou na porta do prédio onde estávamos hospedados. Pagamos 18 mil pesos pelo transfer - e mais uma vez valeu super a pena!

Despachamos nossa bagagem e fomos para a alfândega - que estava lotada! Por isso que deve-se chegar com bastante antecedência no aeroporto!

Ok, vamos pro terminal de embarque mas... oi?! sobrou 33 mil pesos no bolso? Êba! Vamos gastar! haha As coisas dentro do aeroporto são caríssimas, mas mesmo assim compramos 2 camisetas do Chile e 1 boné! 😋 Fiquei faceira!

Na volta para o Brasil demos a sorte de subir a bordo de um Boeing, super confortável com telinhas nas poltronas... Até assisti Dead Pool! Olha que coisa boa!

De "almoço" teve arroz com frango, pãozinho com manteiga e bolinho de maçã de sobremesa! Eu estava meio mal da gripe mas, meu marido se esbaldou no vinho e na cerveja! haha

Quando chegamos em Guarulhos tivemos que redespachar as malas (ao contrário da ida), não tínhamos nos atentado a este detalhe e quase deixamos as malas no aeroporto! 😲

Pegamos a conexão até Curitiba - 40 minutinhos. Chegamos em Curitiba à meia noite em ponto! Com uma das malas danificada (acontece!) mas já acionamos a LATAM para conserto!

E é isso gente, espero que vocês tenham gostado das minhas diquinhas... não são muitas mas, talvez ajude alguém que está indo pela primeira vez e está bem perdido, como eu estava!

Boa viagem!! 😘

 

*5º DIA*

Nosso último dia cheio no Chile era para termos feito o passeio do Safari, que fica em Rancagua mas, não fechou grupo e acabamos optando em fazer um passeio na feira de Santa Lucia.

Levantamos tarde neste dia e fomos caminhando bem tranquilos para a feira. Na frente do Mercado Central eu conheci a Maria, uma Lhama fofa que passeava pela cidade com seu "pai" (dono)! E, claro, me apaixonei!

O pai da Maria era super do bem! Cobrou 1000 pesos e bateu (e imprimiu) uma foto nossa (eu e meu esposo) com a Maria. Depois tiramos várias outras fotos com o nosso celular e o dono da Maria nem ligou! Inclusive: beijei Maria! ❤

Entramos no Mercado Central, dentro do mercado tem muito restaurante... E tem umas lojinhas que vendem artesanato... Nós compramos um porta copos nesta feirinha e uma blusinha bem fofa de bebê... Não me perguntem os valores pq não vou me lembrar 😕

Vimos as centollas (não sei muito bem como se escreve) mas é aquele mega gigantesco carangueijo, sabem? Também não provei mas, perguntamos o valor e descobrimos que custa a partir de 60 mil pesos e serve 4 pessoas!

Continuamos nossa romaria para feirinha de Santa Lucia! Andamos uns 20 minutos do centro... E chegamos! Gente, foi a unica feira que visitamos mas pensem numa feira que tem de tudo!

Cheguei na feira já comprando aquelas toalhas (não sei o nome especifico) que a Dani usa em Cajón, sabem? Comprei 2 grandes! Elas custam 8 mil pesos!

Depois nos perdemos nas lojinhas! Gente! Quanta coisa!! É de ficar doidinho!!

Comprei uma nortista - é uma bonequinha de pano super fofa e bem colorida que segura um bebezinho e uma lhaminha. Paguei 5 mil pesos! Ela tem uns 50 cm.

Também comprei mais um porta copos com os temas do chile - paguei 4500 pesos

Sabem aquelas capas tipo de Gaúcho? Comprei também só que de uma cor só e de alpaca. Esse deu 20 mil pesos - carinho.

Enfim gente... A feira tem de tudo! Até bebida a base de maconha (claaro que nós compramos!) tem!

Antes de virmos embora para o apto, nós sentamos num botequinho para comermos alguma coisa. Comemos empanadas de Pino e chocolate quente (que lá é bem aguado! Mas não é ruim não!). Eu aproveitei e ainda experimentei a cocada deles, o alfajor e língua. Todos sao baratinhos e deliciosos!!!

Na volta pro apto nós passamos na Latam no centro, pq tivemos problemas pra fazer o check in no site da cia aerea! Fomos muito bem atendidos e conseguimos resolver o nosso problema em menos de meia hora!

Encontramos o homem de ferro no centro, tirando foto com a criançada! Muito bacana! Tbm encontramos um tiozinho dançando reggae, mais doido que o Batman - quase fui dançar com ele mas, meu marido não curtiu a ideia! Kkk

Experimentamos aquela bebida que tem um visual bem estranho... Que é trigo + pêssego com uma calda. Custa 700 pesos o copo pequeno. O visual é horrível mas é uma DELICIA! Só que é beeem doce. Diabéticos: passem longe!

Comemos amendoim com açúcar - 300 pesos um pacotinho.

Voltamos para o apto cheios de sacolas! E bem felizes com o dia bem aproveitado! No apto tiramos um tempinho pra embalar os vinhos (levei plastico bolha daqui) e pré arrumarmos as malas!

A noite fomos para Lastaria num lugar chamado El Biógrafo muito bacana! Foi uma amiga daqui do Brasil que indicou e super valeu a pena! É todo temático de filmes! E do lado tem o cinema! Neste dia comemos hamburger (que vem abacate CLARO e é gigante!) o sanduíche saiu 5400 pesos!

De sobremesa eu comi Doma de chocolate branco! Até agora não sei muito bem o que é, mas é delicioso! 😍 A sobremesa custou 3700 pesos.

*4º DIA*

Gente, no quarto dia em Santiago nós fizemos o City Tour, com a VIAJA BRASIL também! A guia era a Rose e a motorista era a Rosa (De novo! Êba!) Neste dia vimos a troca de guarda (é lindo e bem tradicional, tipo coisa de exército mesmo!), passeamos pela cidade, vimos os prédios históricos, o mercado central, o Banco do Chile (magnífico), café com pernas e catedral. Neste passeio a guia leva para fazer câmbio (quem precisa).

Subimos no Cerro Santa Lúcia e no Cerro San Cristóbal. Os cerros são lindos, mas o tempo estava meio com neblina, então não deu pra ver muita coisa, mas mesmo assim é tudo muito bonito! Vale a pena a subida!

Na volta ficamos no Costanera shopping! Lá fizemos 3 coisas bem bacanas:

1 – comemos hot dog com abacate – ao contrário do que todo mundo deve imaginar, não é ruim! Na verdade, nem senti o gosto do abacate direito! Haha

2 – compramos os vinhos no mercado que tem dentro do shopping (o JUMBO) e muitos quitutes!

3 – subimos no sky costanera!

Tá, ok, vocês devem estar achando que somos bobos de ter ido em dois cerros com tempo neblinado e ainda insistir no erro e subir no costanera, né? A gente também estava desistindo mas... a Rosa (a guia TOP das galáxias) nos animou e disse que a noite, mesmo com o tempo com neblina, a vista era maravilhosa! E decidimos pagar CLP 5 mil (cada um) para ver se valia mesmo a vista! E valeu! Então a dica super valiosa é: tá neblinado o tempo? Vai a noite que é LINDO igual!

Pegamos um taxi do costanera até o apartamento onde estávamos... em horário de pico pagamos 6 mil pesos. Como compramos bastante vinhos (12 garrafas), achamos que valeu a corrida!

Hora de nos preparamos para o nosso “jantar de gala”! haha Sim! Nós nos demos o luxo de ir em um restaurante bacana e diferente: o OCEAN PACIFIC’S.

O OCEAN PACIFIC’S fica no centro, na rua Ricardo Cumming. Todo mundo diz: É MUITO CARO! Eu digo, não é! A gente que não sabe comer lá dentro!

Sente o drama: eu e meu marido pedimos uma entrada e já ficamos satisfeitíssimos! Nos arrependemos de pedir 2 pratos principais!

É uma tábua com frango, carne vermelha, champignon e camarões. Na foto não parece mas é MUITO grande!

Ah! Antes disso, eles servem pãesinhos quentinhos com manteiga e um molho tipo vinagrete bem picante! Tipo “cortesia”.

No Ocean também provei a bebida deles: o PISCO, pra mim, que não sou acostumada a beber, achei um pouco forte no começo, mas no copo vai uma big pedra de gelo com limão, que vai derretendo e no final fica mais suave o PISCO.

Valeu a experiência, super indico o Ocean Pacific's. Como é restaurante de "turista", apesar de ter bastante chileno comendo por lá, me precavi e fiz a reserva no site do restaurante, pra não ter erro, já que era um restaurante que eu queria muito conhecer!

Pra fazer a reserva é bem simples, só entrar no site: www.oceanpacifics.cl e ir em "RESERVAS". Só isso! 🙂

*3 DIA*

CAJÓN DEL MAIPO 

Oba! Hoje tem Cajón Del Maipo! Hoje vou ser esperta! Não vou usar calça térmica, só meia calça e uma legging e tá tudo certo! Oi?! Mas que pensamento errado!

 Subestimei o frio de Cajón e me dei mal! Gripei bonito!

Cajón foi o passeio mais gelado (e lindo!) que eu fiz no Chile! Fomos agraciados com pequenas nevascas que caíram durante nossa permanência em Cajón! Mas peraí, deixa eu começar do começo do passeio! Haha

Saímos mais uma vez bem cedinho, desta vez com a guia chamada Rosa (ela é DEMAIS gente! – tenham sorte de fazer algum passeio com ela!).

Antes de Cajón nós passamos em um vilarejo fofo demais (que não lembro o nome). Experimentei Empanada de Pino (empanada de carne). No início achei o visual meio mais ou menos, mas me enganei... é MUITO bom! A Rosa falou que a empanada de PINO é a melhor de todas! Eu não experimentei todas, mas achei a de PINO espetacular! Para acompanhar a empanada eu pedi um café preto. Lá o café é diferente, a aparência parece de café fraco, mas não é. Pra mim lembrou café Italiano. Bem gostoso!

Ficamos um tempinho na praça, passeando, tirando fotos e eu conheci a Sopaipilla! Cara, pensa num negócio bom! Custa 200 pesos e é DE-LI-CI-O-SO! 

É uma massa (que lembra massa de pão caseiro frita), bem sequinha. Experimentem!

Depois da Sopaipilla subimos para Cajón. Na metade do caminho fomos desafiados pela Rosa a atravessar um túnel abandonado, super escuro mas com um visual lindo no final! Vale a pena o medo! Haha

Continuamos subindo Cajón, uma aventura a parte. Sabe o que parece? Desenho do Papa-Léguas.. haha Montanha, estrada de chão e muita curva! É lindo!

Antes de chegar no final, fizemos mais uma parada num QG do exército abandonado, de quando teve uma guerra entre Chile e Argentina (eu acho). Muito legal! Visual ímpar!

Chegamos em Cajón com neve caindo do céu... agradeci a Deus a oportunidade desta sensação mágica! Foi lindo, me senti a Elza do Frozen... haha

Em Cajón não precisa de calça de neve, nem de bota de neve... lá você não tem contato direto com a neve, é mais visual, mas é um passeio LINDO! Quem puder, vá!

Pra vocês terem noção, não tem nem loja de aluguel de roupa em Cajón (pelo menos nesta época). Só se agasalhem bem e, se possível, usem jaquetas de nylon. Não esqueçam as luvas e, quem tiver roupa térmica, USE!

Na quarta chegamos tarde de Cajón e decidimos ir pro Centro da Cidade explorar o que ainda tinha para ser explorado! Haha

Achamos os brechós! Não compramos nada mas, tem muita coisa boa e barata por lá sim! É só pesquisar bastante e sem pressa! O centro de Santiago fecha tarde (tipo umas 21h00) então dá de boa pra andar tranquilo pesquisando!

Comi churros de Santiago e, afirmo que o churros do Brasil é muito melhor! Haha Mas vale a experiência!

*2º DIA*

No nosso segundo dia fomos para o Valle Nevado, também com a VIAJA BRASIL – agência da Dani. Saímos cedinho de van com o Roberto (guia brasileiro super gente boa!). Antes de subir o Valle Nevado paramos numa loja para alugar roupas e comprar água e snacks.

A loja é bem grande, tem bastante variedade de tamanhos e modelos e, ao contrário do que muitos falam e pensam, as roupas são muito limpinhas (as botas também) – eu sou bem nojentinha com isso e não tive problemas em alugar!

Os preços da locação: Calça: 8 mil pesos, botas: 8 mil pesos, luvas: 5 mil pesos, jaqueta: 8 mil pesos – total geral: 29 mil pesos. Pra quem aluga TUDO eles dão um descontinho de 4 mil pesos (se não estou enganada!)

Fui com a minha bota de neve, pronta para alugar somente a calça e gastar apenas 8 mil pesos – me achando a mais esperta de todas! Pura ilusão! Nesta época, que ainda não era para ter neve, é um mix de lama com neve espetacular (só que não) que ia acabar com a minha bota!

Segui o conselho do guia e aluguei a calça e a bota de neve. Foram os 16 mil pesos mais bem gastos do dia! A bota e a calça sujam DEMAIS! Então, se você não comprou bota de neve, e está pensando em comprar só para usar em Valle Nevado a minha dica é: Não compre! Alugue, pq sai mais barato e não ocupa espaço na sua mala (e você pode trazer mais uns dois vinhos no lugar dela! Rs)

A jaqueta e as luvas de neve eu já tinha, mesmo porque moro em Curitiba gelada, então foi mais tranquilo, não precisei alugar.

Pra subir é importante levar bastante água e ir tomando durante a subida. Quem não quiser levar água de “casa” tem a opção de comprar na lanchonete antes de subir. Levem comida! Biscoitos, salgadinhos... sanduíches. Nós usamos todo o nosso tempo para brincar na neve e acabamos comendo dentro da Van!

No caminho tem chá de coca e folha. Quem gosta de experimentar todas as novidades, fica a dica! Eu experimentei a folha (masquei), mas não vou dizer o que senti! Pra não estragar pra quem quiser aderir a experiência!

Valle Nevado é mágico! Nós brincamos MUITO fizemos muitos vídeos e muitas fotos! Foram quase 2 horas de pura diversão! Vale muito a pena! E ainda caíram uns floquinhos de neve pra deixar tudo mais bonito e divertido!

Depois de Valle Nevado nós fomos para Farellones. Era aniversário da agência da Dani e fomos agraciados com uma festinha LINDA! Em Farellones não tinha neve, mas é bastante gelado. Lá em Farellones estão os cachorros fofos que têm aqueles barris no pescoço (são muito fofos!).

Ah! Na volta de Farellones vimos raposas! Elas ficam esperando os turistas descerem! São lindinhas de tudo!

É um passeio mágico que vale super a pena!

Meu marido sofre bastante com enxaqueca, então ele se sentiu indisposto na terça a noite e acabamos ficando no apartamento. Nessa noite vi bastante TV chilena pra tentar aprender a língua! haha

Gente, no Valle Nevado a gente anda bastante, chega a dar calor! Mas não tirem a roupa, o choque térmico é ótimo para pegar resfriado! Eu fiz esta besteira! L Fiquem com calor, subam devagar mas não tirem a roupa na neve! Haha

*1º DIA*

Nosso primeiro dia no Chile foi fantástico! Saímos de Santiago e fomos para a Vinícola Emiliana, vimos Lhamas dentro do pátio da vinícola (AMO!), visitamos a vinícola (parte de dentro) e partimos para o Mercado do Vinho. No Mercado do Vinho experimentamos um vinho maravilhoso (até trouxemos um para casa), azeitonas, e azeite de oliva.

Nos perdemos na quantidade de vinhos! É absurdamente grandioso! Compramos 3 vinhos especiais (caríssimos!) mas que não são vendidos no mercado JUMBO. O pessoal do mercado é uma graça.. eles nos ajudam a escolher os vinhos e ainda são bem sinceros dizendo o que vende e o que não vende no mercado! E realmente as informações são verdadeiras! Pode confiar!

Depois seguimos para Valparaíso, Relógio das Flores e Viña Del Mar, aonde almoçamos num restaurante chamado ADANEVA. Este restaurante (e acredito que os demais de Viña Del Mar) não é barato, a comida é boa mas o preço não é baixo. Pagamos CLP 10.900 em cada prato + bebidas + propina. Quem não quiser comer no restaurante, tem a opção de fazer um lanche por conta (tem que levar o lanche pq aonde o guia para não tem lanchonete).

Em Valparaíso tem uma feirinha perto do mirante. As coisas desta feira não são muito baratas! São mais caras que na feira de Santa Lúcia então, se você vai na feira de Santa Lúcia, segura a onda que você vai economizar! Hehe

Em Viña Del Mar tem leão marinho, mas eu não tive a sorte de ver nenhum. Espero que vocês tenham mais sorte do que eu!

Como fomos na segunda-feira, os museus estavam fechados. Então, quem quer fazer este passeio, e não quer deixar os museus de fora, fiquem atentos de não marcar este passeio para segunda-feira.

Passamos para ver o Moa também (não sei escrever! Haha). Mas é um cara de pedra que gostava tanto de páscoa que morava lá, na Ilha de Páscoa! 😎 

A noite nós fomos andar no centro (estávamos bem pertinho então era super fácil ir ao centro). No centro nós compramos um chip da claro para podermos usar a internet. Pagamos 3.000 pesos no chip e 3.500 num pacote de internet de 300MB. Os próprios atendentes da Claro já sabem o que fazer e te orientam certinho!

Depois fomos no mercado. Gastamos 100,00 reais e compramos bastante lanchinhos (achocolatado, batata frita, biscoitos, pão, queijo, refrigerante, água mineral, patê, shampoo, condicionador – o que deu para todos os dias e ainda sobrou que tivemos que dar aos porteiros)

SOBRE O FRIO!

Sou de Curitiba, que já é uma cidade super gelada. Mesmo assim eu levei calça térmica, blusa térmica, luvas de neve, bota de neve, cachecol, lenços, meias térmicas, gorros e jaqueta pesada.

Gente, Santiago pra mim foi super tranquilo em relação ao clima, mas pra quem não é acostumado com o frio é sempre bom andar com um lencinho no pescoço (no caso das meninas), uma luvinha na bolsa e uma jaquetinha.

Para o Valle Nevado e Cajón eu usei as roupas térmicas. Cajón foi mais gelado que o Valle Nevado. Não subestimem o frio de Cajón! Eu subestimei e peguei uma bela de uma gripe!

Não choveu nenhum dia em Santiago, o clima é um pouco seco, o ar arde um pouco o nariz, mas não é nada de tão insuportável. Comprei sorine mas acabei nem usando.

Em Valle Nevado e Cajón caiu neve, em Cajón mais do que no Valle Nevado.

No Valle Nevado ainda tem bastante lama (pois ainda não é época de neve) em Cajón quase não tem lama.

SOBRE DINHEIRO $$

Bom, algo muito particular e depende bastante do que você pretende fazer no Chile. 

Contratei todos os passeios que fiz aqui no Brasil – fizemos todos os passeios com a Dani – VIAJA BRASIL – e pagar por eles aqui no Brasil foi uma mão na roda!

Levamos 3 mil reais (conseguimos trocar no Brasil por uma taxa de 0,005 - deu uma conversão de: 100.000 pesos/ 200,00 reais) o que deu 600.000 pesos. Gastamos tudo porém, nos demos o luxo de três restaurantes bons, compras de vinhos, compras nas feirinhas, fomos até Lastaria, andamos de taxi, comemos nas feirinhas, alugamos roupa de neve e ainda fizemos compras no aeroporto com o que sobrou!

Porém, eu acho que pra quem não quer gastar muito, no máximo uns 2 mil reais (para dois) é o suficiente. 🙂

HOSPEDAGEM

A hospedagem foi num apartamento que encontrei no site Airbnb.

Paguei com cartão de crédito e acabei pagando IOF mas, me disseram que agora já tem uma opção de ser cobrado sem IOF em moeda local (não sei a veracidade da informação, só estou repassando o que me disseram).

O apartamento era muito charmoso no centro de Santiago. Ficava na Rua General Mackenna, fácil acesso a vários pontos bacanas da cidade tipo: Mercado Central, Palácio de La Moneda, Plaza de Armas.

Valeu super a pena! O anfitrião era o Francisco, um amor de pessoa e atendeu extremamente bem! O apartamento tinha wifi, banheira (adoro!) uma mini cozinha, TV a cabo, secador de cabelos (adorei isso tbm) e era muito limpinho e organizado!

VAMOS COMPRAR AS PASSAGENS?

Bom, se você ainda não comprou a passagem aérea, tente comprar para Boeing, são muito mais confortáveis para viagens longas. Se você tiver dificuldades em descobrir a aeronave no site da Cia Aérea, sinta-se a vontade para ligar para eles, geralmente os atendentes são muito receptivos e respondem todas as suas dúvidas! 

Na hora da marcação de assentos, cuidado para não marcar o assento das saídas de emergências – os bancos não reclinam e, acredite, isso faz muita diferença.

Para ver as cordilheiras na ida, o melhor é ir do lado direito do avião. Ah! Você vai viajar a noite e não vai ver nada de Cordilheira? Que nada! Acredite, a vista da Cordilheira a noite é mágica! Parece cena de filme!

Ainda dentro do avião você tem que preencher um formulário para entrada no país, não se assuste, é bem simples – você coloca dados básicos e declara (ou não) estar levando alguns artigos para dentro do país. É importante você ter o endereço de onde você irá ficar hospedado em Santiago pois, além de ter que escrever no formulário, você vai ter que falar para o fiscal, na alfândega também.

Para Santiago não é necessário viajar com o passaporte, somente com RG (com emissão até 10 anos), mas quem tiver passaporte, vale a pena um carimbinho a mais no passaporte.

Viajei com a LATAM e o serviço de bordo deles foi impecável – tanto na ida quanto na volta a alimentação é bem bacana e as bebidas são a vontade. Os comissários ficam a disposição, servindo bebidas, praticamente as 4 hotras de vôo de Guarulhos para Santiago.

Além disso você pode utilizar o serviço da LATAM Enterteinment, assistir um bom filme ou seriado durante o seu vôo. Tudo isso bem aconchegado com um travesseirinho fofo e uma mantinha personalizada da Cia Aérea. Um mimo!

 A entrada no país, para mim, foi bem tranquila, não pediram para abrir bagagem nem nada. Porém, isso pode acontecer, não se assuste! 

Nosso transfer foi feito com a VIAJA BRASIL, paguei 18 mil pesos, muito bem pagos, o motorista foi muito receptivo e já estavam esperando no aeroporto quando cheguei. Como meu celular não estava funcionando eu consegui falar com a Dani (dona da agência de turismo) do celular do motorista, que foi muito paciente e ficou esperando eu concluir toda conversa com ela sem reclamar. Um querido mesmo porém, não me recordo o nome dele. Uma pena.

UM BLOG DA MINHA VIAGEM? OK, VAMOS LÁ!

Não passava pela minha cabeça, um minuto sequer, escrever um blog sobre a nossa viagem ao Chile porém, fui intimada por muitos colegas, que estão com viagem marcada, a contar minhas experiências Chilenas.

Então vamos lá, a primeira coisa que digo para vocês: perdão pela escrita! Não sou escritora, repórter ou colunista, sou uma simples mortal que vai escrever as experiências vividas durante 5 dias num país maravilhoso, que voltaria muitas e muitas vezes!

Outra coisa bem importante: algumas pessoas já estão acostumadas a viajar, e outros não, então algumas dicas vão ser bem “bobinhas” para alguns e interessantes para outros.

Ah! Vamos ressaltar: São apenas DICAS, não estou montando roteiro para ninguém, nem impondo algum tipo de serviço ou produto. Longe disso!

Quem quiser informações adicionais ao site, meu perfil no facebook é: LARISSA JOLY. Podem me adicionar e ficarei honrada em tirar todas as dúvidas, ou as que eu conseguir, sobre o Chile!